13°C 29°C
Palotina, PR
Publicidade

Veículo carregada com agrotóxicos pega fogo durante perseguição policial na PR-323 (Vídeo)

Foi possível retirar de dentro um rádio HT GP-78, que estava ligado, e visualizar pacotes de agrotóxicos na cabine e carroceria.

05/07/2024 às 09h37
Por: Redação - ER Fonte: Repórter24horas
Compartilhe:
Veículo carregada com agrotóxicos pega fogo durante perseguição policial na PR-323 (Vídeo)

Por volta das 23h15, desta quinta-feira 04/07, durante uma operação de fiscalização de trânsito rodoviário na Rodovia Estadual PR-323, em frente ao Posto da Polícia Rodoviária de Iporã.

Continua após a publicidade
Anúncio

Foi dada ordem de parada ao condutor de um veículo GM/Montanade cor preta. O condutor não obedeceu à ordem legal e empreendeu fuga imediatamente.

A equipe iniciou o acompanhamento tático com sinais sonoros e luminosos ligados. Durante a fuga o condutor efetuou manobras perigosas, inclusive trafegando pelo acostamento na contramão de direção.

Continua após a publicidade
Anúncio

Nas proximidades do Km 342, ocorreu um princípio de incêndio no veículo em fuga, momento em que o condutor abandonou o veículo em movimento e fugiu a pé por uma área de mata. Ele foi alcançado e detido pela equipe. Ao retornar ao veículo, a parte dianteira já estava em chamas.

Foi possível retirar de dentro um rádio HT GP-78, que estava ligado, e visualizar pacotes de agrotóxicos na cabine e carroceria.

Posteriormente, o condutor, identificado como A.Z.M., de 29 anos, confirmou que transportava aproximadamente 200 quilos de agrotóxicos contrabandeados do Paraguai.

O veículo foi totalmente incendiado até a chegada da Defesa Civil e, devido ao risco de explosão, a equipe manteve distância.

Após conter as chamas, o veículo foi identificado por uma das placas, confirmando ser uma caminhonete GM/Montana de cor preta com placas do Mercosul.

evido aos fatos, foi dada voz de prisão ao condutor do veículo, sendo lidos seus direitos constitucionais. Foi necessário o uso de algemas conforme a Súmula Vinculante nº 11 do STF (risco de fuga e perigo à integridade física).

O detido informou que pegou o veículo carregado em Terra Roxa e o levaria até Umuarama, onde receberia a quantia de R$ 800,00 pelo transporte.

Em contato com a Delegacia de Polícia Federal de Guaíra, fomos informados pelo Delegado de plantão que não existia crime federal, pois o agrotóxico se incendiou, e que o HT, por ter baixa potência, não configuraria flagrante, restando apenas infração de responsabilidade da Polícia Civil.

Desta forma, o veículo incendiado e o detido foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Iporã para as devidas providências.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Lenium - Criar site de notícias